slots big win

APP Cemig Atende

Baixe na App Store

Baixe na Play Store

Conexão Nova (ligação nova) e Aumento de Carga

Conexão Nova (ligação nova) é a primeira conexão de energia elétrica da Cemig a uma nova unidade consumidora, seja ela residencial, comercial ou industrial. Já o Aumento de Carga é quando a especificação do atual Padrão de Entrada não atende a demanda/carga a ser ligada na unidade consumidora

Confira as dicas do Cemig Atende para solicitar uma Conexão Nova (ligação nova)

Para utilizar a energia fornecida pela Cemig, é preciso estar conectado à nossa rede. Toda nova unidade consumidora deve solicitar uma Conexão Nova (ligação nova). Esse pedido pode ser facilmente realizado , mas é importante saber algumas coisas antes de começar.

 
A ligação da unidade consumidora poderá ser do tipo MONOFÁSICA, BIFÁSICA ou TRIFÁSICA.

• Ligação MONOFÁSICA – Disjuntor monopolar até 70A: mais utilizada na maioria das residências e pequenos comércios que possuem poucos equipamentos elétricos. A rede dispõe de dois condutores (um fase e um neutro), possui tensão de 127V ou 120V. É obrigatório apresentar a Declaração Descritiva de Carga Instalada.

• Ligação BIFÁSICA – Disjuntor bipolar até 63A: geralmente utilizada em residências e comércios que possuem maior quantidade de equipamentos elétricos. A rede dispõe de três condutores (dois fases e um neutro), possui tensão de 127/220V ou 120/240V. É obrigatório apresentar a Declaração Descritiva de Carga Instalada.

• Ligação TRIFÁSICA: mais utilizada em indústrias e comércios com alta demanda de energia. A rede dispõe de quatro condutores (três fases e um neutro), possui tensão de 127/220V. Será necessário elaboração do orçamento de conexão de acordo com as (SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS).

Observação: A Declaração Descritiva de Carga ou Formulário para Elaboração do Orçamento de Conexão é um documento que contém as informações sobre a quantidade e potência dos equipamentos elétricos existentes no imóvel, considerados os critérios das Normas de Distribuição.

Para conexão com geração distribuída clique aqui.

Antes de realizar a solicitação é necessário ter construído o Padrão de Entrada de Energia conforme as normas técnicas da Cemig, atentando-se para que ele esteja em local de livre acesso para as equipes da Cemig, como no limite entre o imóvel e a via pública e a até 30 metros da rede Cemig.

Importante: a Cemig irá enviar uma equipe para realizar a vistoria do padrão assim que a solicitação for efetivada. Caso haja algum descumprimento das normas técnicas, você receberá uma correspondência informando qual(is) irregularidade(s) encontrada(s) e terá um prazo de 30 dias para regularização. Essa primeira vistoria não gera nenhuma cobrança de valores.

Atendidos os critérios técnicos, é hora de efetivar a solicitação, que é bem simples!

Para realizar o pedido basta apresentar os documentos pessoais do titular da nova unidade consumidora e do imóvel.

DOCUMENTOS PESSOAIS

  • Pessoa Física:
    – CPF, identidade (RG) ou outro documento oficial com foto (apresentar os documentos). – Para indígenas, basta o RANI, que é o Registro Administrativo de Nascimento Indígena;
    – Se o solicitante não for o titular da unidade consumidora, será preciso uma procuração;
    – Cadastro de benefícios sociais, se houver.
  • Pessoa Jurídica:
    – Documentos relativos à constituição da empresa, como o contrato social, requerimento de empresário ou o CCMEI;
    – Registro da empresa na junta comercial;
    – Documentos dos seus representantes legais, que são os mesmos exigidos para uma ligação nova de pessoa física.
    – Se o solicitante não for o representante legal da unidade consumidora, será preciso uma procuração;
  • Pessoa Jurídica Poder Público:
    – Documento dos seus representantes legais, que são os mesmos exigidos para uma ligação nova de pessoa física.

Se, por ventura, o novo titular, pessoa física ou jurídica, possuir algum débito com a Cemig, será necessário fazer a quitação antes de solicitar o pedido de Conexão Nova (ligação nova).

DOCUMENTOS DO IMÓVEL – ÁREA URBANA

Documento de Regularidade:

Informe o endereço completo do imóvel. É importante informar o endereço conforme consta em documento do poder público local para comprovar a localização regular do imóvel e ainda facilitar a localização da unidade consumidora pelas equipes da Cemig. Exemplo de documento do imóvel que deve ser apresentado. Podendo ser qualquer um desses:
  • Certidão de Número, habite-se ou declaração semelhante emitida pela Prefeitura Municipal, constando os números de lote e quadra e bairro;
  • IPTU;
  • Registro de Imóvel;
  • Escritura Pública;
  • Alvará de construção;
  • Alvará de licença de localização;
  • Planta de Arquitetura aprovada pela prefeitura
  • Licença ou declaração emitida pelo órgão competente quando a unidade consumidora, sob a responsabilidade do interessado, ocupar área protegida pela legislação, tais como unidade de conservação, reservas legais, áreas de preservação permanente, territórios indígenas e quilombolas áreas dos poderes municipal, estadual e federal;

Observação 1: Em cumprimento à Lei municipal nº 14.067 de 28/07/20, de Juiz de Fora, o documento de comprovação da localização regular do imóvel não precisa ser apresentado, somente para o município de Juiz de Fora.

Observação 2: Cliente do Poder Público não precisa apresentar documento de comprovação da localização regular do imóvel. Para as autarquias vinculadas ao Poder Público, será necessário apresentar o contrato social ou estatuto social da Pessoa Jurídica.

DOCUMENTOS DO IMÓVEL – ÁREA RURAL

1. Documento de Posse / Propriedade:

Deverá ser apresentado um documento de propriedade ou posse do imóvel, contendo o endereço completo do imóvel, que pode ser:

Escritura Pública ou Registro do Imóvel, ou;
Contrato de compra e venda, ou;
Contrato de locação, ou;
Termo de doação, ou;
Termo de permissão de uso, ou;
Contrato de arrendamento / comodato, ou;
Formal de partilha.

Vale ressaltar algumas verificações importantes para dar validade aos contratos de qualquer natureza: 1. Em caso de falecimento do proprietário do imóvel, poderá ser considerado como novo interessado o cônjuge ou filhos, desde que seja apresentada a certidão de óbito; 2. Deve constar a assinatura de todas as partes envolvidas no contrato (contratante e contratado); 3. O contrato deve conter as informações dos documentos pessoais das partes (CPF e/ou RG); 4. O contrato deve informar a data de sua celebração; 5. O contrato deve conter informações do imóvel objeto da contratação de forma clara para não deixar dúvidas (endereço completo, com logradouro, número predial, bairro e cidade ou se imóvel rural). Na ausência destas informações deve ser apresentado outro documento ou uma declaração da prefeitura informando o endereço completo. 6. A assinatura das testemunhas e dos avalistas/fiadores é obrigatória no contrato, somente se essas pessoas forem citadas no documento. *

Ao apresentar os documentos, é importante informar seu número de telefone celular e e-mail. Assim, ficará mais fácil para as equipes da Cemig fazerem contato com você sobre o andamento do serviço.

Após a solicitação, o prazo para realizar a Conexão Nova (ligação nova) é de:
  • Até 5 dias úteis para a vistoria e instalação de medição da conexão até 2,3 kV;
  • Até 10 dias úteis para a vistoria e instalação de medição da conexão entre 2,3 kV e 69 kV;
  • Até 15 dias úteis para a vistoria e instalação de medição da conexão maior 69kV.

Importante saber que caso o padrão esteja fora do limite de distância da rede, poderá ser necessário realizar uma obra de Extensão de Rede, o que pode acarretar em um tempo maior para sua energia ser ligada. Com isso, o pedido de Conexão Nova (ligação nova) será efetivado após a conclusão da obra.

O serviço de conexão nova (ligação nova) pode ser solicitado em nossos canais de atendimento:


Vídeo Atendimento Agendado
Postos de Atendimento Presencial

Para execução do serviço de Conexão Nova (ligação nova) não há cobrança de valores ou taxas.

Pode ocorrer cobrança na primeira fatura de energia após a ligação, caso haja necessidade de realizar mais de uma vistoria. Consulte aqui os valores e tarifas.

CONEXÃO NOVA ou ALTERAÇÃO DE CARGA PARA DEMANDAS ESPECÍFICAS

É a Conexão Nova ou alteração de carga na área urbana ou rural para as seguintes situações:

Excepcionalmente para as situações listadas a seguir, é necessário solicitar antecipadamente a análise da carga/rede, através da apresentação do FORMULÁRIO – PARA ORÇAMENTO DE CONEXÃO – ATENDIMENTO INDIVIDUAL OU EM AGRUPAMENTO SEM PROTEÇÃO GERAL

– Conexão Nova ou Aumento de Carga de unidade consumidora individual urbana e bifásica, com disjuntor bipolar acima de 63A e carga instalada até 75 kW;
– Conexão Nova ou Aumento de Carga de unidade de unidade consumidora individual urbana e trifásica, com carga instalada até 75 kW;
– Aumento de carga para unidade consumidora individual rural, com carga instalada até 75 kW;
– Conexão Nova ou Aumento de Carga em agrupamento com até 3 caixas de medição que possua somente uma unidade trifásica, desde que as proteções dos disjuntores bipolares e do tripolar sejam de no máximo 63A.

É a Conexão Nova ou alteração de carga na área urbana ou rural para as seguintes situações:

– Padrão trifásico individual acima de 75kW;
– Agrupamento com mais de 3 caixas de medição;
– Agrupamentos com unidade consumidora bifásica com proteção superior a 60 ou 63A;
– Agrupamento com unidade consumidora trifásica com proteção trifásica acima de 60 ou 63A;
– Agrupamento com mais de uma unidade consumidora trifásica.

Para quaisquer desses casos, é necessário solicitar antecipadamente análise da carga/rede, preencher o formulário PADRÃO EM AGRUPAMENTO COM PROTEÇÃO GERAL e emitir ART, TRT ou RRT.

A análise antecipada deverá ser solicitada, por um Responsável Técnico com registro em situação regular no CREA/CRT/CFT/CAU, a ser contratado por livre escolha do interessado, diretamente no , no serviço Análise de Carga ou Projeto Elétrico.

O atendimento pela Cemig ao pedido de conexão nova /alteração de carga ficará condicionado à apresentação do projeto elétrico juntamente com a Anotação de Responsabilidade Técnica (ou equivalente) de projeto, para todas as edificações individuais ou de uso coletivo com demanda total superior a 304kVA. A solicitação deverá ser feita através da Agência Virtual, serviço Análise de carga ou Projeto elétrico.

Para carga instalada superior a 75 kW e houver opção do cliente por atendimento em BT, deverá ser preenchido o TERMO DE OPÇÃO DE ATENDIMENTO EM BAIXA TENSÃO juntamente com o formulário e ART/TRT/RRT.

É a ligação de um padrão em área rural com transformador exclusivo ou compartilhado (monofásico ou trifásico).

Para solicitar esse tipo de ligação, é necessário preencher o formulário FORMULÁRIO PARA ORÇAMENTO DE CONEXÃO – ATENDIMENTO RURAL – CONEXÃO NOVA. É importante informar, em campo específico do formulário, as coordenadas de localização da propriedade que receberá a energia da Cemig. Mesmo que essa informação não seja obrigatória para a solicitação do serviço, é de extrema importância para agilizar o atendimento.

Após o preenchimento do formulário e obtenção dos documentos necessários, basta realizar a solicitação no , procurando pelo serviço ANÁLISE PARA LIGAÇÃO NOVA RURAL.

Para solicitar conexão nova (ligação nova) de edificações individuais ou compartilhadas, urbanas ou rurais, residenciais, comerciais ou industriais, com carga instalada individual superior a 75 kW, a partir de redes de distribuição aéreas ou subterrâneas com tensões nominais de 13,8kV, 22kV e 34,5kV, o interessado deverá solicitar, primeiramente, a Análise de Rede à Cemig, com a apresentação do FORMULÁRIO PARA SOLICITAÇÃO DE ESTUDO DE REDE MT e da documentação indicada nesse mesmo formulário, que devem ser anexados no

Para aumento de demanda em instalações existentes, o interessado também deverá solicitar, primeiramente, a Análise de Rede à Cemig, com a apresentação do FORMULÁRIO PARA SOLICITAÇÃO DE ORÇAMENTO DE CONEXÃO EM MT no Cemig Atende Web através do serviço Análise de Carga ou Projeto Elétrico, opção Elaborar Estudo de Rede com posterior apresentação do Projeto Elétrico (MT).

Após assinatura do Contrato de Uso do Sistema de Distribuição – CUSD e/ou Contrato de Compra de Energia Regulada – CCER ou Termo Aditivo, o projeto elétrico e/ou o coordenograma, conforme o caso, deverão ser anexados no sistema APR Web, juntamente com uma cópia da ART/TRT de projeto, conforme especificado na Norma Técnica ND-5.3.

Para unidade consumidora atendida em Média Tensão e com faturamento em Baixa Tensão, o interessado deverá formalizar o seu pedido através do Termo de Opção pelo Faturamento Monômio.

O contato inicial deverá ser realizado através do telefone 0800 727 7520.

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES – OUTROS DOCUMENTOS

A unidade consumidora individual, trifásica, com carga instalada superior a 75kW (disjuntor superior a tripolar de 200A) deve se atendida em Média Tensão, exceto quando o interessado optar pelo atendimento em baixa tensão, conforme e Norma Técnica ND-5.1. Neste caso, o interessado deverá formalizar o pedido por meio do formulário TERMO DE OPÇÃO DE ATENDIMENTO EM BAIXA TENSÃO.

Necessário no caso de motores trifásicos acima de 50 CV ou monofásicos acima de 15 CV:

Formulário para análise de Partida de Motores

Necessário apresentar um dos documentos a seguir: – Certidão de Número, Habite-se ou Declaração/Documento semelhante emitido pela Prefeitura Municipal, constando nome do logradouro, número predial e bairro. Os documentos abaixo podem ser aceitos desde que contenham o endereço completo do local onde está sendo solicitada a Conexão Nova (ligação nova):

– Alvará de Construção;
– Alvará de Licença de Localização;
– Escritura Pública;
– Planta de Arquitetura aprovada pela Prefeitura;
– Registro de Imóvel;
– IPTU.

Necessário apresentar um dos documentos a seguir:

– Solicitação ou anuência expressa do poder público competente municipal;
– Documentação comprobatória de caracterização da regularização fundiária como sendo de interesse social, incluindo legislação específica, conforme o caso;
– Licença ambiental, quando legalmente exigível;
– Os locais devem oferecer segurança à prestação do serviço público de energia elétrica, cabendo ao poder público municipal, quando necessário à eletrificação, a realização prévia de obras de infraestrutura urbana, tais como definição dos limites físicos e abertura da via pública, delimitação de passeios e instalação de meio-fio.

Para áreas restritas à ocupação, tais como servidão de linhas de transmissão de energia elétrica, faixas de domínio de rodovias, ferrovias e dutos será necessário apresentar: – Autorização prévia do Órgão detentor da faixa de domínio ou servidão.